Audiometria

O que é?

A audiometria é um exame utilizado para avaliar a audição, que consiste em definir o menor limiar de audibilidade individual em frequências sonoras distintas, por meio de um audiograma, além do reconhecimento de fala. O profissional utiliza os dados colhidos para determinar o tipo e grau da perda auditiva (se houver). É um teste indolor, subjetivo e rápido, mas depende da cooperação do paciente.

Audiometria tonal: avalia as respostas do paciente a tons puros, emitidos em diversas frequências, detectando assim o grau e o tipo de perda auditiva.

Audiometria vocal: avalia a capacidade de compreender a voz humana, em que o paciente demostra a sua percepção e compreensão da voz humana emitida pelo examinador.

 

 

Por que fazer o exame?

Em caso de suspeita de perda auditiva, para detectar deficiências auditivas em crianças em idade escolar (muitas vezes motivo do baixo rendimento escolar), para indicação, seleção e adaptação de uso de aparelho auditivo e em pacientes portadores de quadro vertiginoso.

O que é Imitânciometria?

Esse exame é rápido, objetivo, de fácil execução, indolor e oferece dados importantes no diagnóstico clínico. Pode ser divido em três etapas: timpanometria, compliância e pesquisa do reflexo estapédico. Geralmente é realizado em conjunto com a audiometria. Também conhecido como Impedanciometria.
Sua finalidade:Avaliar o funcionamento da orelha média (membrana timpânica, ossículos, etc.).

 

Como é realizado?

O examinando é colocado dentro de uma cabine acústica (idealmente projetada para otimizar a qualidade do exame) com o intuito de isolá-lo dos sons ambientais, a qual tem uma parede de vidro através da qual o examinador pode vê-lo.
O exame é realizado em silêncio; o paciente deve apenas levantar uma das mãos, por exemplo, sinalizando o lado em que ouviu o estímulo sonoro (levanta a mão esquerda ao perceber o som chegando ao seu ouvido esquerdo).

Através de um minúsculo fone inserido superficialmente no canal auditivo é possível obter informações sobre a mobilidade da membrana timpânica e as condições funcionais da orelha média. O exame não tem contraindicações e pode ser feito em qualquer idade.

 

Existe algum tipo de preparo específico?

O paciente deve ficar quieto, não se mexer e não falar durante o teste.

Indicações:

  • Confirmar a coerência com a audiometria tonal.
  • Controle de tratamento da otite média (orelha com presença de secreção).
  • Exame de rotina no pré e pós-cirúrgico da orelha média.
  • Avaliar o local lesado em casos de paralisia do nervo facial.
  • Pacientes portadores de quadro vertiginoso.
  • Pode ser realizado em qualquer idade (inclusive em recém nascidos).